Buscar
  • Dr. Christiano Makoto Sakai

Divertículos colônicos (dos colons)

Os divertículos são saculações que podem ocorrer em qualquer porção do tubo digestivo, mas são mais comuns nos cólons (intestino grosso) onde recebem o nome de divertículos colônicos.


Como acessar o blog pelo painel de controle do Wix Blog No painel de controle, você tem Apesar do mecanismos de formação dos divertículos ainda não estar completamente estabelecido, acredita-se que guarda relação com o envelhecimento do órgão (fragilidade da parede), além de distúrbios motores e dieta pobre em fibra.


É comum o paciente ter encontrado em algum exame de imagem a presença destes divertículos e, de forma equivocada, dizer que é portador de diverticulite. Porém é importante enfatizar que a presença dos divertículos em si, não caracteriza a diverticulite, e sim a diverticulose. A nomenclatura “diverticulite” deve ser reservada aos casos em que ocorre inflamação dos divertículos.


A maioria dos pacientes com divertículos colônicos são assintomáticos, podendo ser apenas um achado em exames como a colonoscopia, enema opaco ou outros exames de imagem. Quando apresenta sintomas, os mais comuns são: cólica, gases, distensão abdominal, constipação ou diarréia.


Eventualmente estes divertículos podem apresentar complicacões tais como a inflamação (diverticulite) e o sangramento. Nos casos de diverticulite o tratamento inclui o uso de antibióticos, porém se a inflamação ocorrer de forma mais intensa, pode levar à perfuração intestinal e necessitar de cirurgia. Quando ocorre sangramento do divertículo, a maioria das vezes cessa espontaneamente, mas em alguns casos é necessário o tratamento por colonoscopia, arteriografia ou até mesmo cirurgia.


A conduta nos pacientes com divertículos colônicos deve ser individualizada, mas de uma maneira geral, recomenda-se uma dieta equilibrada, rica em fibras.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo