Buscar
  • Dr. Christiano Makoto Sakai

Como a ansiedade afeta a saúde do seu intestino

Afinal, a ansiedade pode ter relação com nosso intestino? Para responder essa questão, vamos primeiro pensar em situações reais.


Você já sentiu que estava ansioso antes de ir para algum evento ou antes de realizar uma apresentação e isso acabou te causando uma dor forte na barriga, resultando em diarreia?

São situações cotidianas com as quais muitas pessoas irão se identificar. Percebemos o quanto nossas emoções, incluindo a ansiedade, estão diretamente relacionadas com nosso intestino.


Nesse artigo, vamos te explicar qual a relação do nosso intestino com as nossas emoções e porque, quando estamos ansiosos, o funcionamento desse órgão é alterado. Continue a leitura!



Como o intestino reage quando estamos ansiosos


Sabemos que a ansiedade é uma condição de saúde da mente que gera diversos sintomas, tanto mentais quanto físicos. Alguns exemplos destes sintomas são: calafrios, dor no peito, medo, insônia, angústia, tensão muscular, tontura e, até mesmo, a tão temida diarreia.

O que, talvez, você ainda não saiba é que o intestino é considerado o nosso segundo cérebro, ou seja, o segundo centro de controle do corpo humano.

Isso porque ele possui uma rede de neurotransmissores tão grande quanto o cérebro e é responsável, inclusive, pela produção de alguns hormônios como a serotonina (hormônio do bem-estar).

Dessa forma, quando nos sentimos ansiosos e/ou angustiados os mensageiros químicos transmitem sinais para o nosso intestino e ele responde por meio de sintomas físicos como alguns dos citados acima, além de náuseas e suor nas mãos.

A diarreia é mais frequente em quem sofre da síndrome do intestino irritável.


Síndrome do Intestino Irritável (SII) e a ansiedade


Você já ouviu falar da Síndrome do Intestino Irritável? É uma condição que pode afetar até 15% da população e que causa alterações no sistema digestivo, fazendo com que o intestino funcione de forma anormal.


CAUSA


Os motivos que levam uma pessoa a desenvolver a Síndrome ainda são um pouco desconhecidos, já que não se trata de uma doença ou de um defeito anatômico e tão pouco pode causar outros males gastrointestinais. Na realidade, estudos têm mostrado que o intestino pode ter a sensibilidade aumentada em momentos de ansiedade e estresse.


Agora você deve estar se perguntando, como uma questão psicológica pode afetar diretamente nosso intestino?


Isso acontece porque o estresse, a ansiedade e até a raiva podem estimular o cólon, que apresenta nervos ligados diretamente ao nosso cérebro que servem para manter as contrações do intestino em ritmo normal. Ao se sentir ansioso ou com estresse, essas vias ficam agitadas e acabam causando desconforto abdominal ou diarreia.


SINTOMAS


Por ser uma condição crônica, os sintomas da SII podem variar bastante de pessoa para pessoa, algumas podem ter sintomas mais leves e outras um pouco mais graves como febre, anemia e perda de peso. Veja outros sintomas que você deve se atentar:



● Dor abdominal;

● Gás e inchaço excessivos;

● Mudança nos hábitos intestinais;

● Diarreia e/ou constipação.



TRATAMENTOS


É primordial saber, primeiro, em que circunstâncias a síndrome ocorreu, para assim identificar o melhor tratamento. Após passar por um médico especialista, o tratamento pode ser feito a partir de medicações para aliviar os possíveis sintomas, podendo ser eles laxantes, probióticos ou calmantes para ajudar a reduzir as contrações nos intestinos.


Caso você sinta que seu estado mental esteja afetando o seu intestino, procure também um psicólogo para conversar e ajudar com a ansiedade e estresse. Assim você consegue fazer um acompanhamento também com um médico gastrointestinal para seguir com um tratamento completo.

Para receber orientações personalizadas de uma equipe especializada sobre a saúde de seu intestino, conte com o Centro Paulista de Endoscopia!


61 visualizações0 comentário