top of page
Buscar
  • Foto do escritorDr. Christiano Makoto Sakai

Dia Mundial da Saúde Digestiva e do Gastroenterologista

O Dia Mundial da Saúde Digestiva, 29 de maio, foi escolhido pela Organização Mundial de Gastroenterologia para conscientizar a população sobre a importância de manter uma vida saudável em prol do seu sistema digestivo.


A data também se comemora o dia do Gastroenterologista, médico especializado em diagnóstico e tratamento de doenças digestivas, que fornece orientação para lidar com problemas alimentares, como má nutrição e obesidade.


Descubra neste artigo sobre a importância da saúde digestiva, além de dicas de alimentos que vão te ajudar a cuidar melhor da sua digestão.

A importância da conscientização do Dia Mundial da Saúde digestiva


De acordo com dados da Organização Mundial de Gastroenterologia, cerca de 20% da população global apresenta algum problema intestinal, sendo que 90% desses pacientes não procuram auxílio médico.


Com isso, a automedicação é parte da realidade comum entre os pacientes que sofrem dessa condição, mas permanecem nesses cuidados sem de fato tratar a raiz do problema.


Enjoos, sensação de estômago cheio, queimação, refluxo e hiperacidez gástrica, assim como diarreia ou constipação, são alguns dos sintomas da má digestão e de possíveis doenças do aparelho digestório.


O que pouca gente sabe é que além desses sinais, que podem parecer óbvios, em relação à saúde digestiva, existem aqueles que também estão relacionados, mas aparentemente são indícios de outro tipo de doença.


São eles:


● Dor de cabeça;

● Lesões na pele;

● Dor no peito;

● Tosse seca;

● Asma.


A questão é que as doenças do sistema digestivo estão associadas a maus hábitos, especialmente a alimentação inadequada, falta de atividade física, estresse e também vícios, como o tabagismo.


Descubra 5 alimentos poderosos para uma boa digestão


Uma das formas de se prevenir é investir na alimentação saudável, que requer alimentos essenciais e nutritivos. Confira os principais:


Couve


A couve é o digestivo natural mais poderoso da classe alimentar. Além de auxiliar em processos de cicatrização, especialmente da mucosa do estômago, em casos de pessoas com gastrite, é um alimento rico em fibras.


As folhas também ajudam a trazer saciedade e ainda aumentam os níveis de bactérias boas no sistema digestivo, auxiliando a regulá-lo, sendo indispensável para pessoas que possuem histórico de prisão de ventre.


Abacaxi


O abacaxi é constituído em quase 90% de água!


O seu grande trunfo para a saúde digestiva está na tripsina, pepsina e bromelina, enzimas que fazem com que os alimentos sejam melhor digeridos e facilmente absorvidos pelo intestino.


Chás


Os chás contêm flavonoides, que ajudam a combater as substâncias químicas presentes nos alimentos, promovendo uma purificação no trato gastrointestinal.


Além disso, a ingestão desse chá ajuda a manter uma boa hidratação e pode ser atribuído ao consumo de água, podendo ajudar a quem tem dificuldade de ingerir água durante o dia.


Maçã


A maçã possui um alto teor de fibras insolúveis e solúveis, auxiliando inclusive no trânsito intestinal se for associada ao consumo adequado de água.


Da mesma forma que os chás, a fruta também é rica em flavonoides, o que promove uma desintoxicação no tubo intestinal, ajudando a diminuir os efeitos adversos de alimentos ultraprocessados, além de prevenir o câncer de intestino.


Aveia


A aveia é uma fibra insolúvel que ajuda a empurrar os dejetos estagnados no tubo intestinal, fazendo com que o processo digestivo seja acelerado e essas fezes não permaneçam por muito tempo obstruídas.


Vale lembrar que para que a aveia tenha um bom efeito, é necessário o consumo suficiente de água.


Como se conscientizar para manter a saúde digestiva em dia


Para haver uma boa saúde digestiva é preciso ingerir o máximo de alimentos naturais possíveis.


Como podemos perceber, muitos deles têm ações específicas que ajudam, não só na mobilidade do intestino, como também a preservar a saúde das paredes intestinais.


Portanto, consuma no mínimo 3 porções de frutas ao dia e considere uma boa variedade de legumes nas principais refeições.


Afinal de contas, as fibras solúveis, que são na maioria frutas e leguminosas, são ideais para manter a fabricação do gel fecal ativo e evitar a obstrução intestinal.


Por outro lado, as fibras insolúveis, associadas à ingestão de água, também propiciam uma digestão mais rápida e saudável.


Para diagnósticos e recomendações ainda mais precisas com o seu biotipo, agende a sua consulta com um gastroenterologista e compartilhe esse artigo, para que outras pessoas também possam se conscientizar de manter sempre uma boa saúde digestiva.


32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page