Buscar
  • Dra. Jamile Rosário Kalil

Hábitos que prejudicam a sua digestão

Já ouviu falar sobre os hábitos que podem prejudicar a sua digestão, ou seja, coisas que você faz que atrapalham no processo gastrointestinal de transformar o alimento em compostos menores?


Continue a leitura a seguir para descobrir!


O que é digestão?


É o nome dado ao processo onde o alimento se transforma em compostos mais simples para serem utilizados pelo organismo para garantir seu bom funcionamento.


Como é o processo digestivo?


O processo inicia-se já na boca por meio da saliva. Nela, existem enzimas que “quebram” e transformam grandes moléculas dos alimentos em menores.


Ao ingerirmos o alimento, ele dirige-se ao estômago e entra em contato com o suco gástrico, que faz a quebra das proteínas presentes no bolo alimentar.


Após isso, todo o alimento que passou pela boca e pelo estômago agora se dirige para o intestino delgado para que continue o processo de ‘quebra’ de proteínas e amidos iniciados anteriormente.


Após todo esse processo, as enzimas são capazes de entrar na corrente sanguínea junto com a água ali presente.


Por fim, a massa resultante chega ao intestino grosso e é expelida do nosso corpo por meio do ânus.


E quando sabemos que estamos com a digestão comprometida?


Indigestão, má digestão ou dispepsia: são os nomes dados para os desconfortos gástricos que podem ser causados por conta de maus hábitos.


Muito provavelmente você já teve má digestão alguma vez na vida! A sensação que temos é de comemos mais do que deveríamos, ou então surge aquela azia horrível, por vezes acompanhada de enjoos.


É ruim até de lembrar, não é? Mas hoje viemos te contar que você pode mudar alguns hábitos a fim de minimizar esses episódios.


O que devo fazer para diminuir os riscos de acontecer comigo uma crise de má digestão?


A seguir vamos listar algumas mudanças que você pode incluir no seu dia a dia que influenciará positivamente para que você tenha uma melhoria na digestão.


Pode até parecer difícil, mas basta ter força de vontade e determinação que você irá conseguir!


A primeira coisa que você precisa banir da sua vida ou diminuir o máximo possível é o consumo de comidas ultra processadas e industrializadas como a salsicha, o macarrão instantâneo e o suco de saquinho. São muito gostosos, nós sabemos, mas possuem altas doses de corantes, conservantes e sódio.


Além disso, mastigar muito bem os alimentos é uma etapa fundamental. Não adianta ter pressa, as enzimas digestivas presentes na saliva iniciam o processo digestivo, contudo, se essa parte não funcionar corretamente, todo o resto do processo digestivo estará comprometido.


Ah, e sabe aquele seu cochilo da tarde? Ele também não faz bem para a sua digestão, principalmente se você sofre de refluxo. Ficar sentado ou em pé ajuda, por meio da gravidade, a comida para o lugar correto.


No que a má digestão interfere?


A má digestão, se existente a longo prazo, também pode interferir no processo de absorção de vitaminas e nutrientes que o organismo precisa e pode acabar ocasionando anemia e falta de vitaminas.


Por isso, é preciso incluir na rotina hábitos alimentares mais saudáveis, além de praticar atividade física.


A indigestão, quando ocorre por muito tempo, pode causar doenças como refluxo, cálculo na vesícula, estresse etc.


Quando devo procurar ajuda médica?


Caso esteja sentindo a famosa “queimação”, dores estomacais ou outros sintomas relacionados ao trato digestivo, entre em contato com um gastroenterologista para que sejam analisadas as causas de tais desconfortos.


Pode ser que apenas a mudança de hábitos alimentares seja o suficiente para resolver o seu problema, mas é necessário investigar.


Agende já a sua consulta no CPE, podemos te ajudar a ter uma qualidade de vida melhor e a se sentir bem com aquilo que come!

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo